segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Games - Análise: Kinect e alguns jogos


Como prometido, após fazer um teste mais apurado do KINECT na casa de um grande amigo meu, aqui estou para fazer uma análise detalhada do acessório.

Antes de começar, gostaria de confirmar duas verdades:

1) O KINECT é realmente um acessório fantástico!

2) O KINECT exige espaço para jogar. E não é pouco espaço!

Cheguei ao apartamento deste meu amigo por volta das 15:00 HRS. Como ele mora em prédio, subi os 21 andares e quando a porta do elevador abriu, já pude escutar as risadas vindas do apartamento dele. Eles estavam jogando Dance Central junto com outro casal de amigos. É interessante que nenhum deles curte música POP, mas ao vê-los dançando Lady Gaga, não pude conter a risada. Ali já pude atestar o efeito que o KINECT traz, que é justamente a diversão e a euforia (E micos generalizados também, porque não... Rss).

Dance Central [Versão DEMO]

Dance Central é sem dúvidas, um dos melhores jogos desta leva inicial do KINECT. A precisão de captura dos movimentos é impressionante. Já havia tido esta impressão no evento do PXB, mas testando com mais calma, acabei me surpreendendo ainda mais. O jogo é uma verdadeira “academia de dança”, pois antes de começar a música, você tem uma espécie de tutorial onde um instrutor te passa todos os passos detalhadamente. E não pense que você conseguirá trapaceá-lo (Rss), você terá que executar os movimentos com precisão, caso contrário o jogo reduz a batida da música, executando os passos mais devagar para que você acerte e dê continuidade na música. Resumindo: Prepare-se para parar as baladas daqui pra frente! (Rss) Ao contrário de ROCK BAND/GUITAR HERO, a junção do KINECT e o Dance Central consegue unir a diversão ao aprendizado.

Joy Ride [Versão DEMO]

Depois de jogar bastante o Dance Central (E olha que eram só duas músicas na versão DEMO), partimos para o Joy Ride. Foi o único jogo que eu testei realmente no evento do PXB e minhas impressões não foram muito boas. Depois de jogar bastante neste final de semana, minha opinião continuou a mesma. O jogo peca pela simplicidade. A precisão dos movimentos não é tão precisa quanto a dos outros jogos e continuo achando que teria sido melhor se a Microsoft tivesse lançado este jogo direto pela XBLA sem a utilização do KINECT. Como vocês devem saber, Joy Ride é uma cópia descarada de Mario Kart e temos condições de soltar itens para atrapalhar os outros adversários. É aí que está a pior parte da jogabilidade, lançar o item. Acreditem, é horrível. Você precisa levantar o braço esquerdo para lançá-lo, fazendo com que você só tenha condições de fazer isso nas retas. Para piorar, devido a imprecisão dos movimentos de Joy Ride, freqüentemente você verá este movimento não ser captado, impedindo de soltar o item naquele instante. Isso atrapalha muito, pois o não lançamento do item naquele momento pode ser crucial para decidir a corrida a seu favor. Apesar destes problemas, me diverti um pouco com ele. Creio que não vale a pena comprá-lo agora. Eu esperaria um usado ou uma redução drástica no preço do novo.

Your Shape: Fitness Evolved [Versão DEMO]

Aí está um jogo que me surpreendeu bastante, apesar de ter experimentado apenas uma modalidade. Your Shape será (Como ele mesmo se intitula) seu Personal Trainer em casa. Logo no início o jogo calcula suas medidas e já parte para programas de exercícios colocando-o para suar e queimar algumas calorias. Infelizmente na versão de demonstração só temos uma modalidade. Nela, somos colocados de frente para alguns blocos que vão aparecendo nos cantos da tela. Seu objetivo é quebrá-los utilizando socos altos e baixos, fazendo com que você trabalhe bastante os braços e o quadril. É uma academia virtual! Não sei como serão os outros modos de jogo, mas me surpreendi bastante com Your Shape. De olho nele!

Kinect Adventures [Versão FULL]

Já eram passadas 17 horas e o jogo do Corinthians já havia começado. Você deve estar se perguntando: “Tá SAM, mas o que diabos o KINECT tem a ver com isso?”. Eu respondo: TUDO. Como eu disse no início desta análise, o KINECT consegue encantar qualquer um, até o mais fanático torcedor do Corinthians (Rss). O anfitrião é fanático pelo clube paulista (Carinhosamente chamado por mim de Gambás... Rss) e por causa do KINECT, ele nem se interessou em ver o jogo! Ele deixou uma televisão ligada no quarto dele e ficou na sala se divertindo com a galera. Olha, eu jamais pensaria que isso poderia acontecer! (Rss). Foi até estranho!

Isso é o KINECT!

Bom, falando do Adventures, foi o único jogo completo que pude testar. Sem dúvidas, o jogo perfeito para vir acompanhado ao acessório. Ele possui diversos modos que exploram bastante os recursos do KINECT. Há mini-games onde você irá tapar buracos dentro de um Aquário, onde para isso você irá utilizar os braços, pernas e até a cabeça. Hilário, diga-se de passagem! Você jogará uma espécie de Squash com o corpo, rebatendo bolas para quebrar blocos em uma parede. Você será colocado em um bote e descerá corredeiras, trabalhando diretamente com o seu companheiro caso esteja jogando em dupla. Há também um modo bem divertido onde você estará numa espécie de carrinho e terá que desviar de obstáculos pulando, abaixando e indo para os lados, não esquecendo é claro de recolher as moedas que passam pelo caminho. São mini-games divertidos que fará que você jogar por horas e horas sem ver o tempo passar. Fora que o jogo possui um modo “carreira”, onde você terá que completar os desafios, ganhando recompensas no final. E acredite, as recompensas são hilárias, principalmente a da estátua viva (Não vou detalhar para não estragar a surpresa). Ao final de cada partida, fotos dos jogadores serão exibidas, arrancando gargalhadas de todos na sala. Kinect Adventures é muito melhor do que eu pensava. A captura dos movimentos se mostrou muito precisa e me diverti muito com ele.

Análise do espaço necessário para jogar

Bom, depois de jogar bastante, tive que ir embora, mas antes resolvi fazer um teste de espaço para ver se conseguiria jogar com o KINECT no meu apartamento. Tenho 2,09M entre a TV e a parede onde fica encostado o sofá, que terá que ser removido para ter esta distância, diga-se de passagem! (Rss).

A sala do meu amigo é bem grande, portanto deu para jogarmos tranquilamente. Fiz uma medida com uma trena, limitei os 2 metros que eu teria no meu apartamento e pedi para o KINECT calibrar naquela distância. A resposta do KINECT: Seu espaço de 2M é suficiente, porém você não poderá jogar com duas pessoas. Pois é galera, confirmo mais uma vez que para jogar o KINECT, é necessário ter no mínimo 2,5M, afinal o principal atrativo do acessório é jogar com os amigos. Fiquei um pouco decepcionado quanto isso, pois infelizmente não poderei comprar o acessório num primeiro momento. Terei que estudar alguma forma de conseguir espaço lá em casa e principalmente, convencer a esposa a me ajudar nisso! (Rss).

Bom, contratempos a parte, o KINECT é sem dúvidas uma revolução. Um acessório fantástico que mudará a forma como as pessoas enxergarão o ato de jogar. Se você tem espaço em casa e dinheiro para comprá-lo, não pensaria duas vezes. Já estaria procurando um para comprar. Tenho certeza que você não irá se arrepender.

2 comentários:

antonio disse...

Bom dia. Gostaria de saber se é possível adquirir músicas extras com os Microsoft points para o Dance Central versão demo? ou só para o jogo completo? Se não for possível, nem compro os points... Obrigado!

Sam (maciotas) disse...

Olá Antonio,

Não, só é possível adquirir músicas na versão completa do jogo.

Abraço.