quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Games - Exploração ao consumidor na XBox LIVE

De uns tempos pra cá estamos presenciando um aumento significativo de complementos pagos, os famosos DLCs, distribuídos na XBox Live.

E se não bastasse cobrar por qualquer tipo de complemento, inclusive os mais patéticos possíveis, as empresas estão disponibilizando estes pacotes a preços exorbitantes.

Quando o conteúdo vale a pena, como por exemplo o novo pacote de expansão de GTA IV (The Lost and Damned) os jogadores até entendem, porém há certo tipos de conteúdos disponibilizados na LIVE que fazem com que os jogadores se irritem com a "exploração discarada" das empresas envolvidas (Seja a produtora ou a Microsoft).

Para refrescar a sua memória:

- Soul Calibur IV: DLC contendo um personagem adicional (Darth Vader).
- Halo 3 e Gears of War 2: Preços absurdos por alguns mapinhas para se jogar no Multiplayer

Agora, o mais novo caso está sendo protagonizado pela CAPCOM com o mais novo jogo da série Street Fighter.
Antes mesmo do lançamento a empresa anunciou que estava programado para ser lançado um DLC pago que incluiria roupas para os personagens do jogo.
É isso mesmo que você leu. Roupas!

Além do DLC ser de muito mal gosto (A não ser que tenha jogadores com uma tendência meio "Clodovil" de ser que gostem de brincar de bonecas, pois pelo que eu saiba meninas adoram mudar as roupinhas das suas bonequinhas preferidas), a empresa diz que irá cobrar por este pacote!

Por que diabos a empresa não inclui estas malditas roupas na versão final do jogo, já que este pacote adicional foi anunciado durante o desenvolvimento do mesmo?

É ridículo, mas é real!

Se não bastasse este episódio hoje tivemos a notícia de que a empresa (CAPCOM) está pensando em adicionar alguns personagens (T.Hawk e Dee Jay ) no jogo se o público pedir. E o pior, eles assumem que estes personagens estavam sendo desenvolvidos porém por um motivo qualquer (Leia-se Ganância) não foram incluídos na versão final do jogo.

Alguém acredita nesta historinha pra boi dormir? Eu não! Eu aposto que o motivo deles terem parado de desenvolver tais personagens foi por uma intenção prévia de querer vendê-los futuramente como conteúdo adicional na LIVE (DLC).

A CAPCOM está de brincadeira, só pode!

Acho que ela deveria ter umas aulas de "Respeito ao consumidor" com a estimada empresa Criterion games e seu "infinito" Burnout Paradise. Para quem não entendeu, a Criterion Games é a empresa responsável por Burnout Paradise e desde o lançamento do jogo a empresa anunciou diversos pacotes de expansão para o game. E não foram pacotes "meia-boca" não. São pacotes que adicionam novos carros, novos modos de jogo e um deles adicionou uma outra ilha ao jogo. Isso mesmo que você leu!

No mar de tantas empresas gananciosas como a CAPCOM, ainda podemos encontrar uma empresa que respeita o consumidor como a Criterion Games.

Que fique bem claro que eu não sou contra pacotes pagos disponibilizados na LIVE, muito pelo contrário, acho excelente que tenhamos tal oportunidade de aumentar a vida útil dos games que adquirimos com tanto sacrifício, porém que seja disponibilizado pacotes que realmente valham a pena adquiri-los e não pacotes ridículos contendo roupas ou qualquer tipo de "perfumaria" como especificado acima.

2 comentários:

Fábio TbOoMmM disse...

E tudo começou com a Epic e seus DLC de mapas logo após o lançamento de Gears 2. A moda pegou ...

Quinante disse...

Lamentável esse exagero de DLCs inúteis e com pequenas modificações. Acho que a Capcom até agora lançou o mais imbecil deles... ou pelo menos confirmou que vai lançar, para ser mais exato. Roupa para jogo de luta é a mesma coisa que cor da trave no Fifa 09... fará muuuuuuuuuuita diferença na jogabilidade. :)